sexta-feira, agosto 28

INVIERNO?



Almoço de ontem perto do trabalho...com meu amigo colombiano John....parecia que já era verão....

AGÔ - Ar e Ebós




No candomblé o Ar é essencialmente associado ao Orixá Oxalá, embora outros Orixás pertençam a este elemento, que é geralmente envolvido com questões de ética e de bom carácter.

Oxalá é o Orixá que trás em si o princípio simbólico de todas as coisas, sendo inabalável na sua autoridade e extremamente generoso na sua sabedoria.

Tem uma personalidade equilibrada, tolerante, obstinada e independente e é considerado o deus da criação, pois criou os homens e gerou muitos Orixás.

Pode ser representado de duas maneira: Oxaguiã, quando ainda jovem ou Oxalufã, depois de velho.

As oferendas (Ebós) no Candomblé estão relacionadas a manipulação do Axé (energia
universal, sagrada do Orixá) que pode ser manipulada e direcionada pelo homem
através de determinados rituais.

Essa força está presente nos reinos vegetal, mineral e animal.

Através dos ebós ao Orixá, essa força vital presentes em potência, nos elementos ofertados, é manipulada e revertida para o próprio ofertante,
fortalecendo-o.

A combinação dos elementos é fundamental para o objetivo que se pretende, cada
Orixá tem sua área de atuação e seu determinado Axé.

As oferendas a Pai Oxalá têm a função de centrar o indivíduo, equilibrando-o e
preparando-o para reorganizar sua vida.

No dia que for oferendar a Oxalá (se possível numa sexta feira). Tome seu banho pela manhã e em seguida um banho de descarrego.

Coloque uma roupa limpa e clara, procure manter uma alimentação leve, não tome cafés, refrigerantes a base de cola, chás ricos em cafeína, chocolates e todo tipo de alimento pesado ou excitante, e o obviamente não consuma bebidas alcoólicas.

Evite pensamentos e sentimentos agressivos. Tenha em mente que está fazendo uma espécie de "tratamento" nesse dia, ouça músicas suaves, queime um incenso, faça orações.

Segue para vocês...Banho para Iemanjá ajudar a conquistar as coisas que desejam:

Material:
Água morna
Folhas de Pata de Vaca
Folhas de Tapete de Oxalá (Boldo)
Mel
Flores Brancas

Lave as folhas uma a uma, coloque-as numa bacia com água, e de frente para a bacia macere as folhas esfregando uma na outra, pensando positivamente nos seus objectivos. Acrescente 8 gotas de perfume. Tome o banho do pescoço para baixo.

*Outros nomes da Pata de Vaca: Mão de vaca, pata de boi, unha de boi, capa bode ou miroró.

terça-feira, agosto 25

Só é seu...



Não tenho palavras para esta banda...

O que digo é que ela só existe, porque antes uma banda chamada orelha de van Gogh existiu.

Outro dia coloco no blog as fotos dos shows que fiz...tanto em SP como na Bahia. Fica aqui o registro do amigão Ordep Lemos na batera.


Tudo que você tem não é seu
Tudo que você guardar
Não lhe pertence nem nunca lhe pertencerá
Tudo que você tem não é seu
Tudo que você guardar
Pertence ao tempo que tudo transformará
Só é seu aquilo que você dá
Só é seu aquilo que você dá
Tudo aquilo que você não percebeu
Tudo que não quis olhar
É como o tempo que você deixou passar
Tudo aquilo que você escondeu
Tudo que não quis mostrar
Deixe que o tempo com tempo vai revelar
Só é seu aquilo que você dá
Só é seu aquilo que você dá
E o beijo que você deu é seu
E o beijo que você deu é seu

Que luz é essa?



Tenho certeza que alguns de vocês sabem que luz é essa....

Que luz é essa que vem vindo lá do céu?
Que luz é essa que vem vindo lá do céu?
Que luz é essa?
Que vem chegando lá do céu?


Que luz é essa que vem vindo lá do céu?
Brilha mais que a luz do sol


Vem trazendo a esperança
Prá essa terra tão escura
Ou quem sabe a profecia das divinas escrituras
Quem é que sabe o que é que vem trazendo essa clarão
Se é chuva ou ventania, tempestade ou furacão
Ou talvez alguma coisa que não é nem Sim nem Não
Que luz é essa, gente
Que vem chegando lá do céu


É a chave que abre a porta
Lá do quarto dos segredos
Vem mostrar que nunca é tarde
Vem provar que é sempre cedo
E que prá todo pecado sempre existe um perdão
Não tem certo nem errado
Todo mundo tem razão
E que o ponto de vista
É que é o ponto da questão
Que luz é essa que vem chegando lá do céu?

sexta-feira, agosto 21

AGÔ - Mãe Menininha do Gantois



Uma das primeiras coisa que aprendi a respeitar na Bahia foi o Gantois, escondido em uma rua na federação em frente a faculdade de Arquitetura.

Foi meu pai que me levou a esse lugar sagrado cheio de encantos e rodeado de energia. Não conheci mãe menininha, conheci sua filha Creusa, a qual depois de anos fiz um cartaz com sua foto para o Gantois quando ela morreu e depois conheci sua neta Mônica, já ligada a música.

Mãe Menininha foi a quarta Iyálorixá do Terreiro do Gantois, e a mais famosa de todas as Iyálorixá brasileiras, foi sucessora de sua mãe Maria da Glória Nazareth e foi sucedida por sua filha Mãe Cleusa Millet.

Ela vinha de uma longa linhagem de Iyalorixás, as chefes dos terreiros de candomblé. O Gantois foi fundado em 1849, por sua bisavó Maria Júlia da Conceição Nazaré.

Na década de 20, foi escolhida para ser a Iyalorixá do terreiro em virtude da morte de sua tia-avó, Mãe Pulchéria, enquanto se preparava para assumir o cargo, sua mãe Maria da Glória Nazareth ficou por um curto período à frente do Gantois.

Aos 29 anos, casou com o advogado Álvaro McDowell de Oliveira, descendente de ingleses. Com ele teve duas filhas, Cleusa e Carmem.


Faleceu de causas naturais aos 92 anos de idade.

terça-feira, agosto 18

Num dia...



Sujar o pé de areia pra depois lavar na água
Respirar
Sentir o sabor do que comer
Caminhar
Se chover, tomar chuva
Não esperar nada acontecer
Ser gentil com qualquer pessoa

Perdoa galera mais não sai da cabeça....influência das bobagens de Carol....
ou será saudade da velha Bahia?

segunda-feira, agosto 17

Oyakodonburi no feriado



Como hoje é feriado de San Martin e as opções de comida japonesa nunca vão além de sashimi, sushi, sopas e ghioza.

Resolvi fazer um Oyakodonburi para comer. O que complica é que você tem que preparar o dashi, porque aqui não vende pronto. Mas a gente se vira né.

Sobre o nome do prato: oya="pais", no caso mãe; ko="filho" e donburi é o nome da tigela, quer dizer tigela de mãe e filho, porque os ingredientes principais são ovos e carne de frango.

Na verdade é a boa e velha gororoba japa. Adoroooooo....

Se você quer comer um sashimi ou sushi em parlemo, vá: Dashi,, Jardin Japonés ou Kanú mas sinceramente yo prefiro o meu Oyakodonburi com Dashi feito em casa.

domingo, agosto 16

La midriasis del día

Una Porcion de Buenos Aires




Sábado de muito sol fui o centro comprar minha passagem para ir a Colonia del Sacramento neste domingo, andei viu velho! Andei muito...passei pela corrientes e me lembrei que outro dia a noite tinha comido uma pizza de muzzarella com a galera de internet do trabalho.

Acabei voltando a Pizzería Las Cuartetas, uma das mais tradicionais e melhores de Buenos Aires. O lugar continua igual como era antigamente, sem nunca ter tido uma reforma ou melhora. Chama-se assim porque o poeta Alberto Vacarezza alí escrevia suas cuartetas enquanto comia, que são métricas literárias rítimicas.

O que pedir? A especialidade da casa, a grande de muzzarella e a fugazzeta rellena. Las Cuartetas fica na Av. Corrientes 838

sábado, agosto 15

Nada do que foi...



Saudade que encontrar Receba...este video foi adicionado aos meus favoritos em 2006. Adoro essa versão e o video é pura arte.

sexta-feira, agosto 14

AGÔ. Fatumbi





Pierre Verger se chamava Fatumbi que quer dizer "nascido de novo graças ao Ifá". É o que passa comigo nesta sexta-feira. Vivendo um momento muito de renascimento.

Verger nasceu em Paris, mas foi na Africa que passou a viver, ver e descrever o seu novo mundo pelo olhar de sua câmera fotográfica. A primeira vez que vi seu trabalho foi no laboratório de Popô no Rio Vermelho, na sala escura sob a luz vermelha. Simplesmente fiquei louco.

Meu maior prazer foi ter feito uma exposição na Galeria Verger da Fundação Cultural do Estado da Bahia. Com fotos e um video com imagens da amazônia.

Bem...Exê ê! Baba Exê ê!

quarta-feira, agosto 12

Continue caminhando



Eu não faço post aqui de comercias internacionais que não sejam da Argentina, esse lugar para mim é para falar da minha pequena visão sobre este momento da minha vida aqui nesse país, foi pensado assim e por muito tempo ele foi assim, hoje ele caminha só.

Com esse comercial da Johnnie Walker, isso acabou! Como tudo na vida. Mas ele talvés diga um pouco do que acho para o caminho da minha vida...The Man Who Walked Around The World...

domingo, agosto 9

Mario Cravo Neto



Se foi o pai de um grande amigo e um dos fotógrafos que mais admiro. Que seu caminho de volta seja repleto de luz.

La midriasis del día

Quilmes










Novos comercias da Y&R para Quilmes, é sempre impressionante a capacidade de criação para esse cliente, mesmo depois de muito tempo, seguem fazendo filmes de um nível espetacular.

A maneira como é abordado o tema neste comercial, faz com que mesmo sabendo que não é verdade o que acontece, passamos a observalo como fosse. Os dois protagonistas típicos argentinos, ajudam na construção desta ficção. Além de divertido é vendedor. É atravéz desse tipo de aproximação com a marca que você vende qualquer coisa.

Direção de Luciano Podcaminsky e produzida por Rebolucion. A campanha é composta de três filmes, Continuidad, Protagonistas e Arruabarrena. Direção de arte de Vidi Sibilla y Damián Garófalo e Redação de Rodrigo Ruiz y Silvio Caielli.

sexta-feira, agosto 7

AGÔ. Exê ê! Baba Exê ê!



José Medeiros foi fotográfo da revista o Cruzeiro, publicou trabalhos polêmicos como as cenas do ritual de iniciação de um terreiro de candomblé na Bahia.

Mas talvez mais que tudo, depois de sair da revista que o tornou conhecido pelo fotojornalismo, lançou seu livro em 1954, reeditado e hoje vendido no IMS.

Foi fundador de uma das primeiras agências de fotojornalismo do país, a Image, dirigiu a fotografia de filmes como A Falecida (de Leon Hirszman) e Xica da Silva (Cacá Diegiues), foi ensinar fotografia em Cuba e morreu na itália. Velhinho, com uma obra que eu faria tudo para ter feito. Digna de grandes mestres mundiais.

Acima, uma das fotografias do livro Candomblé. Epa bábá!

quinta-feira, agosto 6

Lá vamos nós outra vez...



Nunca pensei que o Cascadura fosse falar tão bem de mim quanto nesse momento que vivo hoje...cheio de caminhos...para decidir...e olha que conheço a banda desde sua primeira demo...meu irmão Jean tocou longos 4 anos nela...Bem...o jeito é curtir... em queda livre......vai ai a letra:


Lá vamos nós outra vez em queda livre

Não há como parar nem onde segurar
Só nos resta ir
Mas é boa a sensação de estar caindo
É tentar relaxar e se deixar levar sem se debater
Assim eu vou descer em queda livre

É bom manter a atenção
ao olhar a paisagem
As vezes ver o céu, as vezes ver o mar,
passa um avião
Só há um modo de aprender e é caindo

Vou ter o que contar aonde quer que eu vá,
todos vão saber
que eu só sei viver
em queda livre

Eu posso gritar
Ninguém vai me ouvir não vou incomodar
Nem quero saber
Onde eu vou cair pois pra mim tanto faz
E vou seguindo

Sempre a primeira vez é mais difícil
Tentar sentir-se em paz, pensar em nada mais
Vendo-se cair
Mas, ao invés de temer eu paro e penso:
Outro jeito não há, já que eu tenho que estar
Solto a descer, o jeito é curtir a queda livre

Eu posso gritar
Ninguém vai me ouvir não vou incomodar
Nem quero saber
Onde eu vou cair pois pra mim tanto faz
E vou seguindo


Eu posso gritar
Ninguém vai me ouvir não vou incomodar
Nem quero saber
Onde eu vou cair pois pra mim tanto faz
E vou seguindo

Só te peço um favor se você está me ouvindo
Se você se lembrar e não se incomodar,
Meu querido irmão,
Cante essa canção se o meu fim for o chão

quarta-feira, agosto 5

+2



Assim como "Mulheres Que Dizem Sim" que só vi uma vez, tem bandas que você só tem uma oportunidade de vê, esse projeto "+2" eu vi todos os Shows dos 3 cds que lançaram, simplesmente adoro.

Moreno Veloso, Domenico e Kassin se apresentam aqui em BsAs este final de semana para fazer os dois últimos shows de vida desse projecto em conjunto deles, imperdivél.

NicetoClub. Dias 7 e 8 agosto. Só digo uma coisa: vá!

terça-feira, agosto 4

CHOCOLATOMETRO



Camapanha da Del Campo para o chocolate Cadbury com muito humor, o conceito é "UN HOMBRE JAMAS VA A SER COMO UN CADBURY ENTERO"; eu particularmente adorei este filme de cima, achei perfeito, simples, verdadeiro e divertidísssimo, lógico.

A campanha possue 3 filmes de TV: "La cuenta", "Shhh!", "Tenés razón", anúcios e ações em lugares estratégicos. Diretores de criação, Mariano Serkin y Maxi Itzkoff.

segunda-feira, agosto 3

Desejo 2

video

Eu me perdi
Na selva de pedra
Eu me perdi
Eu me perdi
Eu me perdi
Eu me perdi...

domingo, agosto 2

La midriasis del día

Desejo 1







Não existe nada com mas cara de SP pra mim do que o japão.

Este bairro foi onde pisei pela primeira vez em solo paulistano, há muitos anos atráz quando ainda era uma criança e assim fiz novamente neste sábado quando cheguei aqui.

Tradição e desejo repletos de felicidade. Andar só pela liberdade já diz tudo de como me sinto aqui.

Aerolineas Argentinas



Estou novamente aqui novamente no Brasil, mas precisamente em SP resolvendo problemas de trâmite causados na migração argentina, claro!

Vamos a análise da Aerolineas Argentinas pela qual estou viajando.

Tive a sensação de estar viajando na Gol...igualito..igualito..., só vale mesmo o preço campeão. Avião modelo 737/vôo AR1240 daqueles em que a distância entre as poltronas e bem pequeno e teu sono passa a ser um pesadelo. Preço, 775 Pesos e acho que em doláres deu uns U$ 220.

No vôo de BsAs/SP rolou um lanche com saladas de frutas, yogurt, pão, manteiga, doce de leite e suco. Nesse ponto anos luz à frente da gol eu sei..mas de resto tudo igual...para quem vai passar somente um final de semana está de bom tamanho. Abraço.